Como manter o cuidado com a saúde sem precisar sair de casa?

Cuidados com a saúde em casa garantem aumento da imunidade e bem-estar físico e emocional



O ano de 2020 teve início com mudanças de hábitos para toda a humanidade em decorrência da pandemia do novo coronavírus. Especialistas estimam que esse momento será um divisor de águas na sociedade, aumentando os cuidados com a saúde mesmo sem sair de casa.
Muitas vezes, a comodidade de estar em casa leva às pessoas a deixarem de lado alguns cuidados básicos que são importantes para o fortalecimento do sistema imunológico e para melhorar a saúde.
Portanto, incorporar alguns bons hábitos na rotina pode contribuir enormemente para se manter mais saudável no dia a dia. Saiba mais.

5 cuidados com a saúde dentro de casa

Não é porque está dentro de casa que as pessoas devem deixar de lado cuidados com a saúde e bons hábitos que garantem mais disposição física e emocional. Conheça como se cuidar melhor mesmo ficando dentro de casa.

1. Alimentação equilibrada

A pandemia levou muitas pessoas a buscarem receitas milagrosas para fortalecer o sistema imunológico. Apesar de não existir uma receita pronta, bons hábitos alimentares estão diretamente relacionados à imunidade e ao bom funcionamento do organismo.
Pensando nisso, a dieta deve ser baseada principalmente em alimentos naturais, como leguminosas, verduras, principalmente de folhas verde-escuras, e frutas. Além disso, insira cereais integrais e grãos nas refeições, pois eles ajudam a regular o intestino.
A principal recomendação é manter as refeições equilibradas com horários regulares e também cortar alimentos comprovadamente prejudiciais à saúde, como os ricos em gordura e açúcares e os processados.

2. Prática de exercícios físicos

Mesmo em casa a prática de exercícios é possível e recomendada. O sedentarismo está relacionado ao ganho excessivo de peso, disfunção hormonal, diminuição da imunidade e doenças cardiovasculares.
Dessa forma, reserve um período todos os dias para fazer atividades físicas, ainda que de baixa intensidade, como o alongamento, ioga, pilates ou caminhadas no quintal.
Uma opção é recorrer ao conteúdo disponibilizado na internet que auxilia na prática segura de atividades físicas dentro de casa, melhorando a imunidade, disposição e musculatura.

3. Manutenção da saúde mental

A saúde mental tem direta influência na saúde física, pois o estresse e ansiedade podem desencadear quadros que reduzem a imunidade.
Essa constatação foi feita por um estudo do Instituto Nacional de Saúde Mental dos Estados Unidos que verificou que os níveis elevados de hormônios relacionados ao estresse, como o cortisol, elevam a predisposição do paciente para infecções.
Para manter os cuidados com a saúde mental sem sair de casa mantenha contato com amigos e familiares, ainda que pela internet, organize sua rotina e insira atividades que te deem prazer como ler, cozinhar, meditar ou mesmo assistir um filme.

4. Qualidade do sono

Passando os dias em casa fica mais fácil deixar um hábito essencial de lado: a qualidade do sono. Dormir demais também pode ser considerado um hábito prejudicial à saúde, portanto, a recomendação é equilibrar as horas de sono.
De acordo com um estudo da Fapesp, voluntários que passavam cerca de 48 horas sem dormir apresentavam níveis reduzidos de linfócitos, células de defesa do organismo, aumentando a vulnerabilidade do sistema imunológico.
A indicação é não trocar o dia pela noite e descansar o mesmo número de horas por noite, evitando a exposição a telas na hora de dormir.

5. Hidratação

A hidratação adequada beneficia o organismo de diferentes formas garantindo o funcionamento do sistema imunológico, a excreção de impurezas e manutenção da temperatura corporal.
A recomendação é beber entre 6 e 8 copos de água por dia, mas os valores podem variar em dias mais ou menos quentes e também de acordo com as atividades físicas realizadas.
Apesar disso, é fundamental lembrar-se de tomar água mesmo em casa para garantir o funcionamento adequado do organismo.

Como os avanços da medicina garantem mais saúde sem sair de casa?

Atualmente, ficar dentro de casa é uma tarefa mais fácil considerando as diversas praticidades que temos no dia a dia, como acesso à internet, TV, pedir delivery de comida, entre outras.
Até mesmo os avanços da Medicina garantem que podemos ficar em casa com mais segurança e conforto, mesmo se acometidos por algum problema de saúde mais ameno.
A assistência médica pode ser realizada por meio da telemedicina, prática pela qual o paciente é atendido pelo médico usando canais digitais. Realiza-se a consulta, com levantamento do histórico, sintomas e outras informações úteis ao diagnóstico.
Durante a quarentena, o uso da telemedicina é um importante aliado para reduzir a exposição dos pacientes e aumentar os índices de isolamento social.
No Brasil, a tecnologia é usada para facilitar o acesso aos serviços médicos há anos, como no caso do laudo para tomografia realizado por meio da telerradiologia, prática pela qual é possível emitir laudos de exames de imagem a distância com agilidade e qualidade.

You May Also Like

0 comentários