Alimentos DIET E LIGHT: Você sabe a diferença?

08:00


A busca por hábitos alimentares saudáveis é uma realidade nos dias atuais. Parte dos consumidores que visam mudanças na alimentação, seja por preocupações ligadas à estética corporal ou com a intenção de preservar e manter a boa saúde, enxergam nos produtos light e diet grandes aliados. A maioria das pessoas não está suficientemente esclarecida sobre o significado destes termos e não sabe diferenciar os produtos light dos diet, acreditando, até mesmo, que são sinônimos. Mas, finalmente, o que são alimentos diet e light?

  • Alimentos DIET 

São aqueles que apresentam na sua composição quantidades insignificantes ou são totalmente isentos de algum nutriente. São alimentos especialmente formulados para grupos da população que apresentam condições fisiológicas específicas, mas nem sempre apresentam valor calórico reduzido. Como exemplo, pode-se citar o chocolate diet, que apresenta ausência de açúcar, mas é rico em gordura e, portanto, possui valor calórico elevado.

  • Alimentos LIGHT 

São aqueles que devem ter, no mínimo, 25% menos de algum componente tendo como referência o produto do mesmo tipo, e não tem fim específico como os produtos diet. São definidos os teores de cada nutriente e/ou valor calórico para que o alimento seja considerado light. Por exemplo, iogurte com redução de 30% de gordura é considerado light em comparação ao mesmo iogurte em sua versão tradicional.

Tanto alimentos diet quanto light não tem, necessariamente, o conteúdo de açúcares ou energia reduzido. Podem ser alteradas as quantidades de gorduras, proteínas, sódio, entre outros nutrientes; por isso a importância da leitura dos rótulos.



Referências

BRASIL. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Rotulagem nutricional obrigatória: manual de orientação aos consumidores. Brasília: Ministério da Saúde. Universidade de Brasília, 2005. 17p.

SANTOS, V. S.; MIQUELANTI, V. P. Estado nutricional e consumo de alimentos diet e light em adolescentes de escolas públicas e privadas de Patos de Minas, MG. Revista Mineira de Ciências da Saúde Patos de Minas: UNIPAM. p. 110-120, ano 1, n. 1, 2009.

Post colaborativo
Ludmilla Costa - Nutricionista

Post Relacionados

0 comentários