A probabilidade estatística do amor à primeira vista - Jennifer E. Smith

07:00

Gê Flores definitivamente é minha alma gêmea literária. Nunca vi uma pessoa com um gosto tão próximo ao meu e com dias tão preciosas quanto ela. Vira e mexe aparece aqui, algum livro que eu comprei porque ela indicou em algum post ou vídeo (coisa frequente mais ainda esses últimos meses), e não foi diferente com o livro desse post.

Vi a falar do livro num vídeo e nem liguei muito, daí, depois que ela fez dois post's com ele, senti que precisava lê ele, urgentemente e quer saber? Amei!!


Além de narrar o passo a passo da paixão repentina e mútua entre Oliver e Hadley, "A possibilidade estatística do amor à primeira vista", também, chama a nossa atenção sobre o valor exagerado que atribuímos há algumas pequenas coisas da vida.

Quantas vezes, a gente não faz um drama porque perdeu um ônibus e do nada, ficamos sabendo que aquele tal ônibus foi assaltado, sofreu um acidente ou qualquer coisa ruim que poderia ter nos afetado e aí, de repente a raiva e todo sentimento negativo se vai e a gente só agradece ou até só pensa "não foi dessa vez" ou "poderia ter sido pior"? É aquilo que nossas mães sempre dizem: "há males que vem para o bem"...

E foi assim com Hadley. Após perder o voo que a levaria até Londres para o casamento de seu pai, graças a uma sucessão de acontecimentos e imprevistos, ela se viu obrigada a esperar o próximo avião que sairia algumas horas mais tarde e assim, pode conhecer Oliver, um jovem britânico que estava regressando a sua terra natal, para participar de uma cerimônia familiar.



Em meio a todo caos do aeroporto e o pânico que estava sentindo pelo casamento do pai e pelo medo de voar e espaços fechados, Hadley, esbarrou com Oliver e de um jeito natural, os dois começaram a se afeiçoar e se aproximaram como se fossem velhos conhecidos. Daí, até o embarque desses dois, a gente passa a acompanhar o desenvolvimento rápido e sincero do amor que brotou em seus corações, a troca de confidências, carinhos e o clímax pelo tão aguardado beijos.

O que Hadley não sabe é que Oliver estava voltando a Londres para o enterro do pai e graças a uma infeliz coincidência do destino, ela se depara com esse fato em pleno casamento do pai e instintivamente, sente que precisa estar ao lado de Oliver. Acompanhar a saga rápida e cheia de aventuras dela até consegui localizar numa cidade totalmente desconhecida, a igreja onde ele estaria, é uma das passagens mais incríveis do livro. Não tem como o coração palpitar, viu?


Mas claro que muita coisa acontece entre eles, até finalmente o amor vencer, porém, o bom é que o livro tem uma narrativa leve e bem rápida, então, as coisas vão se dissolvendo ao longo das 24 horas que se passam desde o encontro, o embarque , o desembarque, o casamento, o funeral e a festa do casamento, então, é como se você fosse mais que um leitor, mas sim, um dos passageiros, algum convidado e até amigo deles.

O que é legal dessa nova geração de romances, é que as histórias estão mais próximas da realidade do leitor, os livros não trazem mais só a trama central e um texto extremamente romântico e meloso. Somos convidados a refletir também, sobre outros tipos de amor e relações. Vemos os nossos personagens principais resolverem situações pessoais e aprenderem sobre o verdadeiro sentido das coisas. Eles entendem e nós absorvemos, praticamos e desenvolvemos no nosso dia a dia, com nossos amigos, família e amores.


Esse é um ótimo livro pra levar em viagens ou ler durante o final de semana, além de ser uma ótima opção para presentear alguém querido, viu?

Beijos,

Laly Oliveira

You Might Also Like

2 comentários

  1. Não conhecia o livro ainda, amei a resenha, fiquei com muita vontade de ler
    Beijos

    Blog Segredos da Cáh
    Instagram
    Facebook
    Canal do You Tube

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia mesmo!! Você vai amar a estória... O casal é incrível e o enredo muito bem enlaçado.

      Beijos!!

      www.osentidocontrario.com

      Excluir