A lista de Brett - Lori Nelson Spielman

07:00


Adoro romances melosos e com casais fofos, mas também gosto de romances mais diferentes, com um foco mais voltado para mudanças de vida e sentimentos pessoais.

Então, quando vi num post de Gê Flores, a dica do livro "A lista de Brett", na hora fiquei louca para lê-lo e comprei no mesmo dia.


Em  "A lista de Brett", somos apresentados a Brett Bohlinger, uma moça na casa dos trinta que acaba de perder a mãe e melhor amiga, vítima de um câncer. Brett tem aparentemente uma vida perfeita e um bom emprego na empresa da mãe, mas, após o falecimento da mãe, algumas coisas começam a mudar em sua vida e ela é surpreendida por um último desejo de sua mãe: revive os desejos que escreveu em uma lista quando tinha 14 anos.


Claro, que ela não planejava viver nada daquilo e nem muito menos ter como condição principal para receber sua herança, ter que completar a tal lista de sonhos da adolescência.

A principio, tudo indica que a conclusão da lista é motivada pelo interesse em receber sua herança, porém, com a concretização de algumas metas e a revelação de alguns segredos do passado, a gente consegue notar aos poucos as mudanças nos motivos. Primeiro ela faz porque precisa da herança, depois por amor a mãe e mais a frente, por si mesma. Por precisar descobrir quem ela é de verdade e assim, ser feliz.



O que mais gostei no livro, foi a sintonia que a autora consegue descrever sobre a relação entre Brett e a mãe. Tanto que a própria personagem fala ao ler algumas cartas, que não sabe como sua mãe conseguiu mesmo por carta, dialogar com ela de maneira tão "viva".


Esse é um livro emocionante e cheio de aprendizados. Não vou negar que depois de ler, parei e refleti sobre os sonhos que eu tinha quando era mais nova, quando as coisas eram mais fáceis e meus interesses eram menos voltados para coisas bobas.

Além de refletir sobre mudança de vida e outras coisas, ele também te faz questionar sobre o que e como é estar apaixonado de verdade e sobre (como diria Isabela Freitas), o amor chega para os "distraídos". Logo no inicio do livro quando ela tem como meta "se apaixonar", ela relembra um certo cara que morou por alguns meses em frente ao loft que dividi com o então namorado, e que a fez ficar balançada e alimentar uma certa queda. O tal cara ganha o apelido de "Cara da Burberry", por causa do casaco que ele sempre usava.

O engraçado nisso tudo é que depois que ela se separa do noivo pirado, o cara da Burberry, passa a ser uma presença quase que constante na sua vida e eles se esbarram casualmente em alguns lugares públicos, até finalmente, uma grade surpresa acontecer na vida dela....


Se você quer um livro leve, rápido e que te arranque risos, lágrimas e reflexões, esse é o livro. Apesar de mais de 300 páginas, a leitura é tão leve que quando você menos espera grudou nele e já tá na penúltima página, viu?


Beijos,

Laly Oliveira 


*Feliz Natal!!

You Might Also Like

1 comentários

  1. Esse livro parece ser muito bom! *-*
    Feliz Natal!
    http://www.myfavoritekiss.net/

    ResponderExcluir