Como driblar o ressecamento no cabelo cacheado

Desde quando fazia química no cabelo sempre considerei meus fios mistos, oleosos no couro e as pontas ressecadas. No entanto, tudo mudou após a transição capilar e acabei me deparando com um cabelo suuper ressecado. No começo fiquei bem sem noção de como tratar e cuidar, acabei pesquisando e fazendo alguns testes que me ajudaram bastante.

Acabei notando que isso não acontece ou aconteceu somente comigo, muitas outras meninas que saíram da transição relataram que o cabelo estava mais ressecado. No meu caso sinto a parte de baixo do cabelo mais ressecada e parando para analisar meu fio acabei "descobrindo" os motivos. Então se você quer saber como driblar o ressecamento no seu cabelo cacheado, vem comigo!



  • Lave menos: A primeira coisa que descobri foi que estava lavando demais o cabelo. Talvez por estar empolgada e feliz por cuidar dos meus cachinhos acabei não percebendo que isso estava prejudicando ao invés de ajudar. Sendo assim, reduza o ritmo de lavagens, 2 ou 3 vezes é o suficiente. Pra mim duas vezes na semana está de bom tamanho, consigo tratar bem dos fios sem deixá-los ressecados;
  • Lavagem apenas no couro cabeludo: Temos a incrível mania de lavar o cabelo massageando a raiz e também as pontas, correto? É, eu também já fiz muito isso! Na verdade não precisamos "esfregar" o comprimento, basta que lavemos bem o couro cabeludo, fazendo massagens e o excesso de shampoo vai consequentemente escorrendo pelos fios. O que acontece é o seguinte, quando lavamos também o comprimento estamos retirando a oleosidade natural do nosso fio e ele tende a ficar mais ressecado. Ou seja, nada de ficar lavando a extensão dos fios, ok?
  • Umectação neles: Já reparou que a umectação é bem citada aqui no blog? Pois bem, esse tratamento de umectação capilar auxilia bastante em casos de ressecamento e pontas duplas. Então invista e se jogue nas umectações, só não esqueça de que devemos usar óleos naturais;
  • Siga uma rotina capilar: Eu sei que nem sempre é tão fácil seguir o cronograma capilar ou rotina capilar, mas é necessário. Através do cronograma capilar você vai perceber qual a real necessidade do seu fio, ele precisa de quê nesse momento, conseguem entender? Não é interessante sair comprando um milhão de máscaras de tratamento e usar de forma aleatória ou sem conhecer o seus fios, isso em algum momento vai deixar de fazer efeito. Então, antes de comprar qualquer produto analise de fato o que seu cabelo precisa. Aqui no blog tem um post sobre cronograma capilar e rotina capilar, onde explico exatamente o que vocês precisam saber. 
  • Não esfregue a toalha: Tanto para evitar o ressecamento quanto para evitar o frizz, evite esfregar a toalha nos fios quando quiser secá-los. Nesse caso basta que você de leve vá apertando um pouco para retirar o excesso de água. Algumas pessoas dizem para substituir a toalha por uma camisa, fiz o teste e no meu cabelo não vi diferença, então continuo usando a toalha normalmente, porém delicadamente;
Os cabelos cacheados tendem a ser mais ressecados do que os lisos por conta das ondulações, o óleo natural do nosso fio passa com maior dificuldade entre as ondas, por isso precisamos reforçar nos cuidados para devolver a oleosidade através dos tratamentos. O shampoo com sulfato também é um grande vilão no ressecamento dos nossos fios, mas vamos conversar melhor sobre ele em um próximo post ok?

Então, sigam as dicas e depois me contem se deu certo no cabelo de vocês. Tudo que falei aqui consegui constatar através da minha experiência. Claro que não consegui ainda driblar 100% do ressecamento mas atualmente é algo que não me incomoda tanto e não influencia diretamente na definição dos cachos. 
Qualquer dúvida deixem aqui nos comentários!!

Me encontre:

You May Also Like

10 comentários