Transição Capilar: Como enfrentar essa fase difícil?


Ok, pode parecer um tremendo exagero o título desse post mas só quem passa por essa fase vai conseguir entender um pouco a real situação. É o seguinte, transição capilar é quando você decide parar de usar químicas em seu cabelo e resolve assumir seus belíssimos cachos. Na teoria é tudo tãão lindo minha gente, mas na prática o bicho pega. Sabe porquê? Ninguém merece ficar com a raiz do cabelo cacheada e as pontas lisas, raiz inchada, cabelo sem vida, difíceis de disciplinar e mais um montão de coisas chatas. Entendi, agora se a fase é tão ruim por qual motivo a criatura decide se submeter a isso?


Gente, ter cabelo liso é super lindo, eu aaamoo *-* Porém chega um momento em sua vida que cansa sabe?  Se tem uma coisa que eu detesto é me sentir refém ou presa a alguma coisa. Aquela vida de toda semana escovar e passar chapinha no cabelo, a cada 3 meses relaxar e dar progressiva, nossa, super chato. Claro, tem quem goste e eu não estou aqui para julgar ninguém. Só que há quase 5 meses eu fiz a escolha de parar com as químicas, no relaxamento, no progressiva. E o meu maior medo era como iria aguentar 1 a 2 anos sem absolutamente nada nos fios para disciplinar. Eis que conheci muitos canais, muitos blogs, muitas meninas e muitos grupos no facebook com dicas e histórias bem parecidas com a que vivo atualmente.
Ou seja, você não é a única sofredora amadinha, bem vinda ao clube hahaha #zoa

Após a fase de aceitação, entendimento do que é o negócio, vem a dúvida: como então vou fazer para encara esse período de forma mais tranquila? Colega, tem inúmeras dicas que me ajudam e podem te ajudar também, vamos conhecer cada uma delas?

  • Escova, chapinha: Muitas meninas vão condenar esse tópico. Ué, se estou querendo deixar meu cabelo natural como vou fazer chapinha nele? Então, isso tudo será apenas por pouco tempo! Tenha em mente que, o que for possível você fazer para passar logo tudo isso, faça. No meu caso procuro não abusar muito pois sabemos que o uso frequente dessa duplinha aí acaba ressecando os fios :) Então costumo escovar duas vezes ao mês ou quando tenho algum compromisso muito importante;
  • Coques, tranças e demais penteados: Não abra mão de inovar e arriscar nos penteados. Costumo muito fazer coques :) Você pode optar pelos mais diferentes tipos de coques e tranças, assim além de ficar diferente ainda vai abusar da sua imaginação para criar penteados *-*
  • Bigudinho: Essa é uma técnica onde você irá forçar os cachos. Você pode comprar em farmácias ou perfumarias. Você vai escolher se quer um cacho mais largo ou mais definidinho, querendo ele mais largo compre o bigudinho maior e coloque mais cabelo; se optar por mais cachos e eles mais definidos pegue o bigudinho menor. Ainda não testei, essa dica foi uma amiga que me passou, vou comprar dos dois tipos no sábado :) Conto depois o resultado a vocês!;
  • Cronograma capilar: Parece repetitivo mas é de grande importância essa parte. Procure seguir a risca uma rotina capilar, mesmo que você já tenho o cabelo liso ou naturalmente cacheado. Essa rotina serve para deixar os fios mais saudáveis e com melhor aspecto. Consiste em hidratar, nutrir e reconstruir no momento certo. Vamos conversar melhor sobre esse assunto mais pra frente, aguardem!;
  • Registre a sua evolução: Pode parecer bobagem mas é super útil. A cada mês fotografe o andamento dos seus cachos. Eu vou começar a fazer isso no mês de junho, completo 5 meses sem química. O bacana de você fazer isso é que quando bater aquela vontade de desistir você pega as fotos e olha a evolução que já teve até o dia de hoje. Sem contar que você vai começar a perceber a formação dos cachos e vai ter mais forças ainda para continuar;
  • Acessórios: Bandanas, faixas, presilhas, passadeiras, seja qual for o acessório, abuse & use!;
  • Adquira conhecimento sobre cabelos cacheados: Certo, você terá mais ou menos 2 anos para aprender técnicas e buscar dicas sobre cuidados com o cabelo cacheado. É necessário fazer isso para que você se sinta mais estimulada e quando de fato tiver os seus cachinhos, consiga cuidar da melhor forma possível deles;
  • Compartilhe a sua história: É super legal quando você encontra histórias parecidas com a sua não é? Pois bem, está na hora de você fazer o mesmo. Não precisa ter um blog para isso, utilize outras redes sociais. As vezes um artifício que você usa pode ajudar outras pessoas, não é verdade? Sem contar que assim você acaba fazendo novas amizades e vai percebendo que não é tão bicho de 7 cabeças assim enfrentar essa fase;
  • Corte aos poucos as pontas: Se você não quer ser radical demais e partir pro Big Chop - falaremos me breve sobre isso - vá cortando todos os meses as pontas do seu cabelo. Não adianta fugir colega, uma hora você vai sentir aquela necessidade batendo na porta e vai precisar cortar sim. Independente do quanto você corte, entenda que o corte é uma necessidade básica do ciclo dos fios. Na transição esse ciclo é mais necessário ainda, porque ajudará na formação dos cachos.;
  • Ignore a sociedade: É colega, essa é a pior parte. Sabe quando você tá se achando a mais linda das criaturas e basta sair na rua e encontrar com um olhar de reprovação? Pois é, vai rolar muito disso. Infelizmente a sociedade é bastante preconceituosa e vai sim lhe recriminar pelo seu estilo de cabelo. Se você tem certeza da sua decisão esqueça tudo isso e encare apenas como uma fase. Ignore os comentários, os olhares, as críticas, você está fazendo o que te faz bem, e isso é o que importa.

Espero que essas dicas tenham sido útil para algumas meninas que da mesma forma que eu, estão passando pela transição capilar. Nunca pensei que tomaria essa decisão e ainda não sei a minha reação ao ver meus cachos hahaha Mas estou decidida e pretendo ir até o fim! 
Esse post foi inspirado em uma leitora amiga, que veio me confidenciar dizendo que pensava em desistir :) Eu sei que não é fácil mas paciência é a chave de tudo *-*

Me encontre:

You May Also Like

53 comentários